Na sequência dos grandes incêndios de 2017, têm surgido vários  problemas sanitários nas áreas de pinhal próximas das zonas afetadas.

Com o objectivo de ajudar os gestores de pinhal a lidar com este e outros problemas fitóssanitários, como o Nematóde da Madeira do Pinheiro, o Centro PINUS decidiu atualiizar e reeditar uma edição de 2011, a que adicionou um capítulo dedicado a boas práticas após incêndios.

Pode descarregar o manual em formato digital aqui.

Se pretender receber uma edição em papel, envie a sua morada para o endereço info@centropinus.org.

Pin It on Pinterest

Share This